Rafinha e a 7ª Arte

Cinema, Livros, Séries, Imaginação Louca!

The Avengers 16/06/2012

Filed under: Filmes — Ninixe @ 12:04
Tags: , ,

Como já devo ter escrito por aqui algures, eu não sou fã de filmes (com pessoas de carne e osso) a puxar a fantasia e o fantástico. Cá dentro simplesmente não se faz o clique para ir ver este tipo de filmes ao cinema.

Fantasia para mim são os tradicionais desenhos animados que tem lugar de destaque no meu coração e que não precisam de efeitos mirabolantes, 3D nem nada dessas tretas acessórias – e os exemplos de filmes simples que conquistam o grande público são inúmeros quando se fala da Disney e da Pixar (que pelos vistos foi adquirida pela Disney em 2006).

Quanto ao fantástico mundo dos super-heróis – acho que os melhores formatos para os mesmos são a BD e as séries em desenhos animados. Acho que o conteúdo deste tipo de histórias é melhor explorado e exposto através destes meios, pelo menos a mim prenderam-me mais as BD e a série dos X-Men do que os filmes depois realizados.

No entanto, admito que nos tempos que correm, com a evolução dos efeitos especiais, se este tipo de filmes não for visto num cinema, num ecrã gigante, com certeza de deverão perder metade da piada mas lá está – bons filmes devem ser cotados pela história e não pelos efeitos.

Mas passando esta minha filosofia adiante, tenho a dizer que fui ver o “The Avengers” com os meus meninos e que fiquei agradavelmente surpreendida. De todo que não é, pelo menos para mim, um filme de culto e a história não é propriamente das mais originais. Ainda assim, reconheço que os argumentistas do filme fizeram um excelente trabalho no que diz respeito aos momentos cómicos – as piadas estão efectivamente deliciosas!

Como é óbvio os efeitos especiais estavam espectaculares para delícia dos presentes.

Já em relação aos actores e às personagens as minhas opiniões são as que se seguem:

– o Robert Downey Jr. (Iron Man) esteve igual a si próprio

– a Scarlett (Black Widow) anda por ali sem surpreender nem desiludir mas a encher o olho aos meninos presentes

– o Chris Evans (Captain America) e o Chris Hemsworth (Thor) fizeram a versão masculina da Scarlett – andam por ali afazer suspirar as meninas e pouco mais

– dizem que o Jeremy Renner (Hawkeye) também passou por lá e eu acredito mas acho que mal o vi

– o Mark Ruffalo (Hulk) foi para mim uma agradável surpresa. Ao contrário do que a maioria do Universo acha, eu digo que ele foi o melhor Hulk que tivemos até agora! Achei-o fofinho e com muita piada

– a Robin – desculpem, a Cobie Smulders (Agent Maria Hill) fez uma aparição especial e pouco mais há a dizer para além de “Amiguinha, podes interpretar os papeis que quiseres mas serás sempre a Robin do “How I Met Your Mother””

– o Samuel L. Jackson (Nick Fury) e o Tom Hiddleston (Loki) também estavam por lá a interpretar umas personagens assim um pouco esquizofrénicas mas com alguma importância para a história mas nada que me tivesse surpreendido ou emocionado por aí além

– e finalmente, Clark Gregg (Agent Phil Coulson), a personagem secundária que toda a gente adorou, eu inclusive

E foi mais ou menos isto – um filme para os fãs de entretenimento puro e duro, com muitos efeitos especiais e uma história sem nada de transcendental, que já toda a gente conhece e sabe o final mas que vai apresentando umas piadas giras lá pelo meio.

x x x

Anúncios
 

True Blood vs. Spartacus 23/08/2011

Filed under: Séries — Ninixe @ 15:45
Tags: , , ,

É pois verdade que True Blood foi pioneiro no que toca a cenas de nudez e sexo mas Spartacus elevou em muito a fasquia em relação à falta de roupa e ao sexo.

Se em True Blood é possível vermos maminhas, rabiosques de meninos e algumas cenas bastante tórridas; em Spartacus a nudez frontal não é só para as meninas mas também para os rapazes e o sexo é a descrição: hetero, gay, consensual ou não!

Ao nível do sangue acho que estão praticamente empatados… Muito renhido mesmo!

E pois que é só isto… Ando a ver as duas séries e inspirei-me a escrever a minha singela opinião sobre a globalidade das cenas apresentadas por aqueles lados.

I rest my case!

x x x

 

True Blood 20/03/2011

Filed under: Séries — Ninixe @ 13:13
Tags: , ,

Depois de ter visto as 3 primeiras séries tenho os seguintes comentários a fazer:

– Sexo

– Sexo

– Sangue

– Sexo

– Mentirinhas

– Sexo

– Gente Parva

– Sexo

– Drogas

– Sexo

E acho que por esta altura já devem ter percebido a ideia!

Não simpatizo em nada com o casal principal: Ela com o seu ar e sotaque de bimba que se deixa levar por Ele, o vampiro armado em cavalheiro mas que tem mais ‘esqueletos no armário’ que até se lhes perde a conta. Juntos formam um casal que aquece (e muito, parecem uns coelhos) e arrefece e que baseia a sua relação em salvarem-se um ao outro de tretas por norma iniciadas pelos próprios. É mauzito…

As personagens que os rodeiam como a Tara e o Jason também estão tão… bla?! Sim, blah… Metem nojo – “Não sei que faça da minha vida… Ando para a frente, para o lado e depois decido voltar para trás… Entretanto deixa-me lá fazer sexo desenfreado com este(a) e aquele(a) para não perder a prática!”

O Sam também anda ali, naquele limbo de pãozinho sem sal que mete aflição “Gosto, não gosto. Quero mas não faço nada para ter…”

Então como é que consegui ver 3 séries seguidas?!

Porque a minha veia masoquista assim o exige e porque:

1 – A personagem do Eric Northman está fenomenal! Ele, a Pam e aquele sarcasmo – lindos!

2 – O Lafayette é o maior!

3 – A Jessica tem uma piada de outro mundo =)

E é assim que a Rafinha se aguenta e aguarda pela 4ª Série. Depois de tudo isto fiquei ainda na dúvida sobre ler ou não os livros… Talvez expliquem melhor a dinâmica daquele casal maravilha que tantas voltas ao estômago me proporciona!

x x x

 

Black Swan 06/03/2011

Filed under: Filmes — Ninixe @ 23:19
Tags: , ,

Hello!

Tardou mas a menina foi ver o mítico e tão aclamado Black Swan!

Antes de virar moda, já aqui no sítio se tinha falado e antecipado a estreia deste menino, e, verdade seja dita, está efectivamente uma obra de arte!

Gostei da história, gostei da tensão, gostei das representações e gostei da forma brilhante como foi retratado o mundo psicótico do ballet. A pressão constante – a busca pela perfeição – a paranóia – a arte!

Embora nunca tenha praticado ballet – na altura não haviam vagas – passei anos na ginástica e notei que passado algum tempo a adrenalina começa a tomar conta do nosso corpo, do nosso ser e começa a toldar-nos a visão, os sonhos e a vida podendo tornar-se num vício muito perigoso..  Acho que talvez por isso tenha tido uma empatia extra com este filme e com a personagem principal..

A Natalie Porman esteve fantástica – o Óscar foi muito bem entregue! Simplesmente sublime – agarrou completamente o espectador e manteve-o preso a si durante todo o filme, fazendo-o sentir a sua própria psicose. Love It!

Confesso que, apesar de se encontrarem devidamente enquadradas, dispensava algumas das cenas mais intensas – o filme não precisava de empurrar o espectador para além de alguns limites, mas ok

Um filme 5 / 5 estrelas que nos envolve e cativa de uma forma única. Adorei!

x x x

P.S. “Bacalhoa”!!!

Quê?!

Sim, “Bacalhoa” um dos factores que mais me marcou na visualização deste filme! Ora, passo a explicar: estava a sala já às escuras e em silêncio à espera que o filme começasse quando do nada se ouve “Bacalhoa”, o último anúncio que passou referente a um vinho tinto… Escusado será dizer que foi risota durante os 10 minutos seguintes…

 

Harry Potter! 24/11/2010

Filed under: Filmes — Ninixe @ 23:19
Tags: , , ,

Ya, eu fui vê-lo!

Dei uma de altruísta e levei o Namorado a ver esta obra!

Não… eu não li os livros e quanto aos filmes acho que me perdi no 2º ou 3º… confesso que não sabia que este já era o 7º filme! Mas, passando à frente da minha falta de cultura e, justificando a minha posição com a bela frase “não é um estilo que me cative e seduza”, devo adiantar que até achei piada à história.

Não me fascinou totalmente e não penso converter-me às artes mágicas tão cedo mas deu para entreter enquanto esperávamos que o trânsito desanuviasse!

As paisagens estavam giras e os efeitos não me pareceram maus mas não gostei da realização – muitas oscilações, mudanças de planos e estilos – nem da projecção da coisa… Acho que aquilo estava ligeiramente desfocado – julgo que essa parte não é culpa do filme.

E é/foi mais ou menos isso…

Ah – e fomos os últimos a sair da sala e vimos os crédito até ao fim, porque o Geek do lado (aka Namorado) queria ter a certeza que não perdia nada importante!

Yeh… We’re Nerds…

See U Soon!

x x x

 

Leitura Atrasada – Update em Séries! 15/08/2010

Filed under: Séries — Ninixe @ 18:33
Tags: ,

Infelizmente a leitura de Dexter in the Dark está um pouquito atrasada… no entanto, aqui a menina não tem estado parada a rebolar-se na areia, a comer bolas de Berlim e a aproveitar a água fantástica (e quentinha) que se tem sentido cá para estes lados – no no! Vá… confesso que também estive a fazer disso mas não foi ‘só’ isso…

Estive também a actualizar-me ao nível das séries e do mundo Gossip Girl (S1)!

Oui, aqui a Dark Girl rendeu-se ao mundo dos vestidos, saltos altos, sexo, traição e drogas… E querem saber? G O S T E I!

Aprendam comigo – uma facadinha é sempre uma facadinha, quer seja dada na “carne” ou numa relação – e sabe sempre tão bem variar…

Esqueçam lá a Serena e o Nate (giro mas, a meu ver, sem grande jeito para a coisa), as personagens que interessam são as seguintes:

Vanessa – Irritas-me…

Dan – Estás entre o fofo e o simplesmente patético…

Jenny – U r a Bit** (como é que a criatura que dá pelo nome de Taylor Momsen conseguiu ser assim?! Quase inocente…)

Blair – I love U

Chuck – Quando eu for grande quero ser como tu!

Quanto aos papás – gostei da história paralela, afinal o pessoal com mais de 40 anos (sem ofensa :))também já teve 20 não é verdade?!

Agora, manicure caseira e começar a ver a Season 2!

Dexter, volto para ti logo à noite – prometo!

Ciao!!!

 

Sex and the City 30/05/2010

Filed under: Filmes — Ninixe @ 19:21
Tags: , ,

Acabei de ver o 1º Sex and the City – sim, está giro, audaz e a tentar puxar para o real!

Passo a explicar:

  • Giro – tem as piadas subtis a que a série nos habituou
  • Audaz – temas e cenas algo picantes mas não exageradas
  • A tentar puxar o real – infelizmente eu (e acho que não devo ser a única) não tenho sapatos de 525 $ no armário! Aliás, eu nem um closet tenho… quanto mais sapatos e roupinhas caras como tudo para o encher – não que me importasse…! Passando à parte real – todos os problemas apresentados (tirando uma ou outra lamechice exagerada)!

Sinceramente, não me vejo a ver tal filme no cinema mas está perfeito para uma tarde em casa!

Aguardo pelo segundo aqui pelo sofá!

See U Soon!