Rafinha e a 7ª Arte

Cinema, Livros, Séries, Imaginação Louca!

Óscares 2010 28/02/2010

Filed under: Filmes — Ninixe @ 23:48
Tags: ,

Hello!

Sinceramente eu até nem sou muito de ligar aos ditos Óscares (a controvérsia em volta dos mesmos é mais que muita e que me lembre nunca ganhou o meu filme favorito… até porque acho que raramente os filmes que gosto são nomeados!*) mas achei por bem manter-me e manter-vos informados sobre um dos eventos mais marcantes do mundo do cinema!

E os nomeados deste ano são…

Melhor Filme

Melhor Realização

  • James Cameron (Avatar)
  • Kathryn Bigelow (Estado de Guerra)
  • Quentin Tarantino (Sacanas Sem Lei)
  • Lee Daniels (Precious)
  • Jason Reitman (Nas Nuvens)

Melhor Actor

  • Jeff Bridges (Crazy Heart)
  • George Clooney (Nas Nuvens)
  • Colin Firth (Um Homem Singular)
  • Morgan Freeman (Invictus)
  • Jeremy Renner (Estado de Guerra)

Melhor Actriz

  • Sandra Bullock (Um Sonho Possível)
  • Helen Mirren (The Last Station)
  • Carey Mulligan (Uma Outra Educação)
  • Gabourey Sidibe (Precious)
  • Meryl Streep (Julie e Julia)

Melhor Actor Secundário

  • Matt Damon (Invictus)
  • Woody Harrelson (O Mensageiro)
  • Christopher Plummer (The Last Station)
  • Stanley Tucci (Visto do Céu – The Lovely Bones)
  • Christoph Waltz (Sacanas Sem Lei)

Melhor Actriz Secundária

  • Penélope Cruz (Nove)
  • Vera Farmiga (Nas Nuvens)
  • Maggie Gyllenhaal (Crazy Heart)
  • Anna Kendrick (Nas Nuvens)
  • Mo’nique (Precious)

Melhor Filme Estrangeiro

  • Ajami (Israel)
  • El Secreto de Sus Ojos (Argentina)
  • La teta asustada (Peru)
  • Um Profeta (França)
  • O Laço Branco (Alemanha)

Melhor Filme de Animação

  • Coraline e a Porta Secreta
  • O Fantástico Senhor Raposo (Fantastic Mr. Fox)
  • A Princesa e o Sapo
  • The Secret of Kells
  • Up – Altamente!

Melhor Argumento Original

  • Mark Boal (Estado de Guerra)
  • Quentin Tarantino (Sacanas Sem Lei)
  • Alessandro Camon, Oren Moverman (O Mensageiro)
  • Joel Coen, Ethan Coen (Um Homem Sério)
  • Bob Peterson, Pete Docter, Story by Pete Docter, Bob Peterson, Tom McCarthy (Up – Altamente!)

Melhor Argumento Adaptado

  • Neill Blomkamp, Terri Tatchell (Distrito 9)
  • Nick Hornby (Uma Outra Educação)
  • Jesse Armstrong, Simon Blackwell, Armando Iannucci, Tony Roche (In the Loop)
  • Geoffrey Fletcher (Precious)
  • Jason Reitman, Sheldon Turner (Nas Nuvens)

Melhor Fotografia

  • Avatar
  • Harry Potter e o Príncipe Misterioso
  • Estado de Guerra
  • Sacanas Sem Lei
  • O Laço Branco

Melhor Direcção Artística

  • Avatar
  • Parnassus – O Homem que Queria Enganar o Diabo
  • Nove
  • Sherlock Holmes
  • A Jovem Vitória (The Young Victoria)

Melhor Guarda-Roupa

  • Bright Star – Estrela Cintilante
  • Coco avant Chanel
  • Parnassus – O Homem que Queria Enganar o Diabo
  • Nove
  • A Jovem Vitória

Melhor Som

  • Avatar
  • Estado de Guerra
  • Sacanas Sem Lei
  • Star Trek
  • Up – Altamente!

Melhor Montagem

  • Avatar
  • Distrito 9
  • Estado de Guerra
  • Sacanas Sem Lei
  • Precious

Melhores Efeitos Visuais

  • Avatar
  • Distrito 9
  • Star Trek

Melhores Efeitos Sonoros

  • Avatar
  • Estado de Guerra
  • Sacanas Sem Lei
  • Star Trek
  • Transformers: Retaliação

Melhor Caracterização

Melhor Documentário

  • Burma VJ
  • The Cove – A Baía da Vergonha
  • Food, Inc.
  • The Most Dangerous Man in America: Daniel Ellsberg and the Pentagon Papers
  • Which Way Home

Melhor Curta-Metragem Documental

  • China’s Unnatural Disaster: The Tears of Sichuan Province
  • The Last Campaign of Governor Booth Gardner
  • The Last Truck: Closing of a GM Plant
  • Music by Prudence
  • Rabbit à la Berlin

Melhor Curta-Metragem

  • The Door
  • Instead of Abracadabra
  • Kavi
  • Miracle Fish
  • The New Tenants

Melhor Curta-Metragem de Animação

  • French Roast
  • Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty
  • La Dama y la Muerte
  • Logorama
  • A Matter of Loaf and Death

Melhor Canção Original

  • “Almost There”
    Randy Newman (A Princesa e o Sapo)
  • “Down in New Orleans”
    Randy Newman (A Princesa e o Sapo)
  • “Loin de Paname”
    Reinhardt Wagner, Frank Thomas (Paris 36)
  • “Take It All”
    Maury Yeston (Nove)
  • “The Weary Kind”
    Ryan Bingham, T Bone Burnett (Crazy Heart)

Melhor Orquestração

  • Avatar
  • O Fantástico Senhor Raposo
  • Estado de Guerra
  • Sherlock Holmes
  • Up – Altamente!

Para mais informação sobre os nomeados sempre podem consultar o Site dos Óscares!

E é melhor ficar-me por aqui que este ficou um post enorme!

x x x

* Após escrever esta frase fiquei a pensar que talvez o problema deve ser mesmo meu… Sou uma Esquisita! I can deal with it! And I am very happy this way! Citando uma frase do meu pai, “Se todos gostassem de amarelo ninguém vestia azul!” – acho que o mesmo se aplica ao nível das artes!

Coco Chanel

















 

Aventuras da M. 27/02/2010

Filed under: A Minha Imaginação — Ninixe @ 13:01
Tags:

Povo, como vocês não querem nada comigo e não votam vou ter que tentar agradar a todos os poucos que participaram na minha sondagem sobre que continuação dar à história da M.! Isto vai então continuar assim…

“Ainda atordoada com tudo o que lhe estava a acontecer a M. optou por dispensar a ajuda do belo desconhecido e seguir para o seu destino…

No entanto, a imagem daquele pedaço de tentação não lhe saia da cabeça e de cada vez que ela andava de comboio havia uma parte de si que ansiava por reencontra-lo. Os dias e os meses foram passando e a esperança de o voltar a ver foi-se esfumando.

“Nunca na vida que volto a vê-lo… oportunidades daquelas são únicas… Onde raios tinha eu a cabeça?!” Eram estes e outros pensamentos do mesmo género que acompanhavam a M. numa das suas viagens. Tão envolvida que a M. estava nos seus pensamentos que nem reparou na confusão que se instalava ao fundo da carruagem… Foi então que algo a despertou, tipo um canto de sereias, ela sentiu-se atraída por uma voz profunda e estranhamente familiar e quando levantou a cabeça, abriu os olhos e focou a sua atenção naquela voz que se apercebeu: era Ele!

– O Senhor não me minta! Ninguém perde o bilhete no comboio! – quase gritava o revisor do comboio.

– Mas digo-lhe que eu o trazia o bilhete no bolso e deve ter caído quando fui ao bar ou assim! – respondia o rapaz já quase em pânico.

“Oh coitado…” Pensou a M. “… Não deve ser uma situação fácil…” e, como que num piscar de olhos, a M. viu um bilhete caído no chão!

Por hoje é tudo, conto com a vossa opinião para desenvolver esta história! Aqui tem as opções de escolha para a nossa querida M.!

Espero que votem!!!

See U Soon!

x x x

P.S. O pessoal que não leu ou já não se lembra da história original pode consulta-la neste post!

 

Estreias da Semana – Em Portugal 25/02/2010

Filed under: Filmes — Ninixe @ 22:46
Tags: ,

Antes de mais, devo dizer-vos que hoje me assustei! Ao passar pelo Amoreiras pareceu-me que os posters do cinema eram os mesmos de ontem! Comecei a pensar que estava a ficar maluca… Hoje é 5ª! Tenho a certeza! Filmes novos!!! Mas… onde estavam eles?! Para vosso alivio, tenho-vos a informar que ainda não flipei de vez mas os senhores do Amoreiras parece que sim – apenas colocaram em cartaz o Shutter Island como estreia! Compreendo que as restantes estreias não são propriamente va va vum e que efectivamente os filmes que brotaram a semana passada são bastante mais interessantes que estes mas… não fica bonito não reflectir as novidades… Eu gosto de novidades! Eu quero ver novidades (apesar de abrir algumas excepções nos filmes desta semana…)!

Depois desde pequeno desabafo, passo a apresentar as novidades da semana!

– “Shutter Island” – “EUA. Verão de 1954. O xerife Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) e o seu parceiro Chuck Aule (Mark Ruffalo) são enviados para o Hospital Psiquiátrico Ashecliffe, na ilha Shutter, onde estão internados os mais perversos criminosos do país. O caso prende-se com Rachel Solando, uma perigosa assassina em série que desapareceu inexplicavelmente da sua cela e cuja única pista parece ser uma folha de papel com uma pergunta indecifrável.
Os médicos, funcionários e enfermeiras da instituição não parecem empenhados em cooperar com a investigação e há algo de particularmente misterioso com Dr. Cawley (Ben Kingsley), o director do hospital. Com um furacão a aproximar-se, rodeados por um ambiente psicótico e pacientes perigosos, ambos percebem que as suas vidas estão em risco e que podem não conseguir sair vivos desta ilha maldita.
Realizado por Martin Scorsese, é baseado na obra “Paciente 67” de Dennis Lehane (também autor de “Mystic River”, adaptado para cinema por Clint Eastwood em 2003).”

Eu já vos tinha falado deste filme a semana passada e mais uma vez insisto: Bom! Muito Bom! Tornou-se efectivamente maravilhoso e um must see depois de ter lido o resumo do livro!

Consultórios de Deus (“Les Bureaux de Dieu“) – “O dia-a-dia de um Centro de Planeamento Familiar de Paris, vivido por actores não profissionais ao lado de um elenco de estrelas do cinema francês. O filme, entre o drama e o documentário, mostra situações ficcionadas a partir de casos reais registados entre 2000 e 2007, incluindo testemunhos e filmagens com câmara oculta.
Nathalie Baye, Rachida Brakni, Isabelle Carré, Béatrice Dalle e Nicole Garcia vestem a pele de uma espécie de “anjos” ao ocuparem o lugar de conselheiras num Centro de Planeamento Familiar de Paris. Estas mulheres ouvem com atenção cada caso e tentam dar o melhor de si próprias, ao mesmo tempo que riem, choram e sentem como seus os problemas das jovens que as procuram. E este centro é todo um universo de dilemas. Temos Djamila, que queria tomar a pílula porque o seu namoro está a tornar-se uma relação séria. Ou Zoé, a quem a mãe deu preservativos mas que lhe chama prostituta. E temos Nejma, também com uma relação difícil com a mãe, o que a leva a esconder as suas pílulas longe de casa. E Hélène, que se lamenta por ser tão fértil, enquanto Adeline e Margot lamentam é nunca terem conseguido ser mães. Já Angela gostaria de estar grávida. E Ana Maria, definitivamente, gostaria de ter optado pela liberdade sexual, se pudesse…”

Os franceses parecem estar em alta nestes últimos tempos… É mesmo um filme francês. Bom ou Mau… Decidam vocês!

The Cove – A Baía da Vergonha (“The Cove“) – “Richard O’Barry, muito conhecido nos anos 80 pelo seu trabalho de treino de golfinhos na popular série televisiva Flipper, junta-se ao realizador Louis Psihoyos num documentário que foca uma das mais horríveis manifestações de crueldade para com os animais: a caça aos golfinhos na baía isolada de Taiji, no Japão. À revelia das autoridades locais, acompanhados por uma equipa de activistas da OPS (Oceanic Preservation Society), eles vão mostrar ao mundo o inferno: enquanto alguns animais são escolhidos para venda e tráfico, outros são barbaramente chacinados pela população local.
Nomeado para o Óscar de melhor documentário.”

Eu não gosto de golfinhos, mas sinceramente ainda gosto menos de violência contra os animais (ainda por cima os parvos dos golfinhos que nem se defender sabem, são todos para o pet me e tal…)! Eu coloquei aqui um trailer mas nem o vi (tenho como objectivo prestar um serviço ao pessoal que se quer manter informado e como tal achei-me na obrigação de colocar um trailer do filme – quem quiser esteja à vontade para usufruir do mesmo, eu não vou ser masoquista a esse ponto*)… Transcendem-me certas coisas – um filme que não vou ver apesar de o achar importante para abanar algumas mentalidades!

Espião nas Horas Vagas (“The Spy Next Door“) – “Bob Ho (Jackie Chan) é um espião da CIA que decide deixar os perigos da profissão para poder assentar com Gillian (Amber Valletta), sua namorada e vizinha. Quando Gillian tem de sair da cidade, Bob voluntaria-se para ficar com os seus três filhos, acreditando conseguir levar a bom termo a sua mais difícil missão: conquistar a simpatia dos futuros enteados. Mas a missão parece quase impossível pois as crianças estão dispostas a tudo para o fazer desistir do casamento. Tudo se complica mais ainda quando um deles faz, inadvertidamente, o download de um código ultra-secreto, levando uma rede de terroristas russos a fazer de tudo para os apanhar. Agora, para sobreviver, Bob e os três pequenos vão ter de pôr de lado as suas diferenças…”

Ainda não consegui perceber como é que alguém consegue achar piada ao Jackie Chan… Eu acho que os filmes e as piadas com ele saem sempre tão forçadas e exageradas… Uma história que nada traz de novo ao mundo com o Jackie Chan aos pulos e aos saltos. Not Funny

O Mensageiro (“The Messenger“) – “Will Montgomery (Ben Foster) e Tony Stone (Woody Harrelson) são dois oficiais recém-chegados da guerra do Iraque treinados para uma missão muito delicada: notificar os familiares dos soldados mortos no terreno. Pelo carácter da sua missão, os dois criaram uma relação de profundo respeito mútuo.

Até que Will dá por si emocionalmente envolvido com Olivia Pitterson (Samantha Morton), uma das viúvas por eles notificada. Tal vai contra todas as regras estabelecidas e acaba por provocar um grande conflito moral entre ambos…

Estreia na realização Oren Moverman, venceu o prémio para melhor argumento no 59º Festival de Berlim e está nomeado para dois Óscares: melhor actor secundário (Harrelson) e melhor argumento original.”

Drama, Drama, Drama… Dor, Dor, Dor… Não, Não, Não… Está quase na categoria “Para Chorar Baba e Ranho”.

Norte (“Nord“) – “Jomar Henriksen (Anders Baasmo Christiansen) é um ex-esquiador profissional que abandonou a carreira após uma depressão profunda. Agora, trabalha como guarda numa pista de esqui, vivendo sem propósito nem objectivos, com a bebida como única companhia. Até que descobre que é pai de um menino de quatro anos que vive no Norte e, decidido a mudar o rumo da sua vida, põe-se a caminho.

Na maior jornada de toda a sua vida, com as belíssimas paisagens da Noruega como pano de fundo, Jomar vai encontrar pessoas capazes de lhe ensinar uma nova maneira de encarar o mundo e, talvez, encontrar a felicidade…

Primeira longa-metragem de Rune Denstad Langlo, venceu o Prémio da Crítica Internacional no 59º Festival de Berlim, onde foi o filme de abertura da secção Panorama.”

Eh pah… tão bom tão bom que demorei 3 mil anos para encontrar o poster desta treta! Tirando o “Let The Right One In” os nórdico ainda não me convenceram nestas artes…

E é tudo por hoje!

See U Soon!

x x x

* Eu sei que pode parecer estranho gostar de filmes de terror e não suportar ver este trailer mas a realidade é essa mesmo: eu não consigo ver animais a sofrer, acho horrível! São criaturas livres que vivem a sua vida sem incomodar ninguém e que viram os seus habitats invadidas pelos humanos que os perseguem e matam!

Por outro lado, as pessoas, ditos “seres evoluídos” conseguem fazer atrocidades tão graves ou piores aos da sua própria espécie – o que é efectivamente deplorável mas fascina-me: até que ponto existem mentes distorcidas que conseguem passar para uma tela as suas ideias malucas e existem outros malucos que deliram com as mesmas chegando mesmo a tentar reproduzi-las! O cérebro, a psicologia, a essência humana é algo que me intriga e desafia constantemente! Mas tenho a dizer, que há certas torturas que se vêem em filmes que bem que podiam ser aplicadas a alguns criminosos que por aí andam…

 

Estreias da Semana – Internacionais

Filed under: Filmes — Ninixe @ 21:15
Tags: ,

Esta semana sinto-me inspirada (ou não…) por isso vamos lá ver como corre a edição deste post feito com alguma antecedência – Sim, eu consegui começar a fazer isto de véspera! Mas não se assustem já… A pelo menos um dos filmes eu já lhe tinha piscado o olho (adivinhem a qual foi =P)!

– “The Crazies” – “As a toxin begins to turn the residents of Ogden Marsh, Iowa into violent psychopaths, sheriff David Dutton (Olyphant) tries to make sense of the situation while he, his wife (Mitchell), and two other unaffected townspeople band together in a fight for survival.”

Este filme não traz propriamente nada de novo, a receita base já nos é familiar: cidade pequena + toxina + zombies = filme de terror! Eu fico sempre algo reticente sobre este género de filmes até porque não trazem nada de novo ao mundo no entanto fico sempre intrigada quanto ao final dos mesmos! Os efeitos parecem estar muito bons… Preciso de ler o resumo detalhado para me decidir se o vejo ou não!

– “Cop Out” – “A comedy about a veteran NYPD cop (Willis) whose rare baseball card is stolen. Since it’s his only hope to pay for his daughter’s upcoming wedding, he recruits his partner (Morgan) to track down the thief, a memorabilia-obsessed gangster.”

Eu até gosto de comédias desde estilo… mas apesar do trailer apresentar algumas cenas que parecem interessantes tenho medo que se torne demasiado abusivo ao nível do non sense humor… Talvez o veja bem acompanhada com pessoal para o gozo!

– “The Yellow Handkerchief” – “An ex-con (Hurt) hitches a ride with two teenagers (Stewart and Redmayne) to see his estranged wife (Bello).”

Eu não gosto da Kristen Stewart. Ainda assim, esse não me parece o único ponto negativo deste filme hiper dramático. Tenho dito… Next!

– “A Prophet” – “A young Arab man (Rahim) serving time in a French prison transforms into a mafia kingpin.”

É só pena ser francês…

– “Defendor” – “Every night, Arthur Poppington (Harrelson) becomes Defendor, a superhero looking to rid his city of drugs, weapons, and the crime lord known as Captain Industry. With a new ally, teenage prostitute Katerina (Dennings), Defendor infiltrates the criminal underworld, steps away from a showdown with Captain Industry.”

Eh pah, Não!!! É que nem sei por onde começar… talvez porque não há mesmo nada a dizer – não prevejo a luz por estes lados…

E está tudo por aqui!

* * *

 

Hoje…

Filed under: Livros,Outros — Ninixe @ 20:25
Tags: , ,

Hoje à hora de almoço passei na Bertrand e… Oh meu Deus!!! Tanta novidade e livros giros juntos – é pecado!!! Digo-vos que é mesmo de perder a cabeça!

O que eu não gostei foi de ver alguns dos livros mais interessantes na última prateleira! Ora, se para mim chegar à penúltima prateleira já não é fácil… chegar à última é uma missão impossível! Mas era mesmo lá que ele estava – o  “Morre por Mim” de Karen Rose. Tão perto e no entanto tão longe… Ainda não li nenhuma obra desta autora mas tenho andado a marcá-la… Hoje esteve tão perto… Enfim!

Outra novidade, desta vez mais ao meu alcance é “Calafrio“! A capa é lamechas e tal, nada de especial… Então, porque é que este livro me suscitou interesse?! Porque fizeram questão de colocar a opinião abonatória do rei Stephen King na capa! Mal vi o nome dele os meus olhos saltaram e não resisti a ler o resumo! Ora se este génio elogiou o dito livrito quem sou eu para desdenhar o mesmo só porque tem uma capa foleira?! Efectivamente, após ler o sumário fiquei intrigada e expectante sobre o mesmo – lá está, “Não se pode julgar um livro pela capa”!

Por fim, ainda espreitei  “A Ruína“! Não sei porquê mas algo na capa despertou a minha atenção (sim, eu sou uma pessoa visual e as cores como que chamam por mim nestas coisas – já com a roupa também sou assim, não procura uma peça mas sim uma cor – vá, é nesta altura que podem chamar-me demente…). Li o plot e gostei! Parece-me pegar num argumento / fio condutor antigo (que é como quem diz – uma história já utilizada) e adiciona-lhe algo! Something Special I Guess…

E pronto… foram assim os meus 10 minutos na Bertrand. Eu perco-me mesmo lá dentro – num mundo de sonho e fantasia e sangue! Muahahahahah! Sim Sangue, porque se um livro sem o mínimo de carnificina para mim não é livro (salvo raras excepções!)!

Depois destes minutos em êxtase lá voltei para a normalidade do meu dia… Até o meu homem me desencaminhar e passarmos por outra livraria com livros da Maitena a 5€!!! Se não fosse o estado lastimável da capa tinham vindo os 2! Mas fui forte e resisti! Não houve consumismo literário para ninguém até porque ainda tenho ali na mesa de cabeceira uns livritos para finalizar!

x x x

 

E porque me apetece… 23/02/2010

Filed under: Outros — Ninixe @ 19:22
Tags:

… Aqui fica um video hiper fofo!!! (Para ver com som!)

E só assim de fininho… Eu também conheço alguém que se parece com um “wittle monkey”! Cute!!!

 

Aventuras da Rafinha num dia como o de hoje…

Filed under: Outros — Ninixe @ 18:39
Tags:

Depois do susto de ontem em que o esquentador se armou em engraçadinho e ameaçou fazer greve e comprometer os duches matinais do pessoal (hoje de manhã, como que por milagre, o dito já estava a bombar como se nada fosse!), o meu dia de hoje parecia que estava a precisar de mais acção e aventura!

Oh como eu tive direito a isso e muito mais!

Para começar, ao entrar no elevador do 10º andar da empresa onde trabalho, deixei cair o cartão de acesso… E não é que o safado foi mesmo meter-se na brecha da porta?! Direitinho para o fosso dos elevadores… Lindo! Melhor que isto, só mesmo a cara dos seguranças quando eu lhes expliquei o sucedido e pedi ajuda! Aquela gente que quase nunca sorri teve que se conter para não desatar à gargalhada na minha cara… Lá me explicaram que agora só quando os senhores da manutenção passarem por lá é que vão ver o belo do fosso mas que eles não sabiam quando é que os tais senhores iam aparecer… Conclusão – Adeus Cartão, Never again te devo por a vista em cima!

Mas não acabou por aqui! Quando o dia estava quase no fim, lá fui eu, feliz e pimpona ao dentista! Tudo foi lindo e maravilhoso, até nem apanhei chuva no caminho nem nada, os dentes tão todos ok e… quando a senhora da recepção me estica o recibo pimbas – mais uma pérola para a minha lista! O meu primeiro e último nomes estavam correctos, agora os dois que eles lá meteram no meio é que pareciam retirados de uma cartola, qual coelho num acto de magia! Eu não sou propriamente fã do meu nome mas daí a quase o assassinarem daquela maneira não se faz… Com o ar mais simpático que consegui lá disse à senhora que o 1º e último nomes estavam bem mas que os outros não eram meus e que não tinham nada a ver com a je! Corrigida a situação lá fui eu enfrentar o vendaval que se apoderou da cidade! É que foi mesmo no timing certo para apanhar com 3 lufadas de ar fresco (muito fresquinho mesmo – até tive direito a águinha e tudo!) e ver o meu guarda chuva morrer! Até as varetas partiram! De notar que moro a 2 (no máximo 3) minutos do consultório mas não me adiantou de muito – levei com chuva na tromba que até andei de lado!

E pronto… Estou finalmente em casa, já de pijaminha a partilhar com o mundo um dia (quase) normal da minha vida agitada!

x x x

P.S. 1 – M., em tua homenagem hoje pequei e almocei nas massas… =$

P.S. 2 – E não é que hoje (24/2) os seguranças ainda “sorriam” ao olhar para mim?! Grhhh…